Grupo 2001

Contate-nos

55 3322 0055

Facebook  Instagram
Pesquisa de veículos
 
2001 Multimarcas

Tanque na reserva? Saiba os cuidados

Publicada em 28/06/2018

Alguns dizem que é mito, outros juram que é verdade. Afinal, deixar o tanque sempre na reserva pode prejudicar seu veículo? Conversamos com os especialistas em carros da 2001 Veículos e a resposta é sim. Saiba o porquê nas próximas linhas deste post.

Rodar com pouco combustível diminui sensivelmente a vida útil da bomba de combustível. Pois além do risco da pane seca – nome que se dá a falta de combustível, existe um risco muito maior que é o superaquecimento da bomba de gasolina.

Mas porque isso acontece?

Por ficar localizada no interior do tanque, a bomba necessita ficar totalmente submersa, pois o combustível auxilia no seu resfriamento. Com pouco combustível no tanque, a bomba pode superaquecer e queimar.

Acúmulo de sujeira também é prejudicial

Mas não é só isso, outro problema para os motoristas que abastecem seu veículo somente quando o tanque está na reserva é o acumulo de impurezas na bomba de combustível. Essa sujeira que fica armazenada no fundo do tanque, pode vir junto com o combustível e transferir essas impurezas para outras partes do sistema de injeção.

Gasolina adulterada: a grande vilã

E existe ainda outra vilã neste caso que é o combustível adulterado. Se você não sabe a procedência da gasolina que abastece no seu carro e costuma deixar ele quase sem gasolina, você corre um sério risco de que produtos que são misturados a gasolina adulterada, como solvente, corante, anidro, areia, graxa etc fiquem depositados no fundo do tanque e danifiquem ainda mais a bomba e o motor, por possuírem substância nocivas.

A reserva só deve ser usada em casos de emergências. Portanto nossa dica é: abasteça sempre que o marcador chegar no nível ¼. Assim você evita dores de cabeça e no bolso. Gostou desse tema? Compartilhe com os seus amigos e até o próximo assunto!

 
Novidades
Site produzido pela Netface
Atendimento via WhatsApp